Construir de forma conjunta um ambiente favorável para o fortalecimento da atividade agropecuária por meio da cooperação. É esse o objetivo do webinário Agricultura Familiar e Cooperativismo, que será realizado pela Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa), no próximo dia 31 de julho, a partir das 9h por meio da plataforma Zoom, neste link: https://bit.ly/32MvYaV

O evento é fruto de uma parceria da pasta com a Secretaria de Desenvolvimento Econômico (Sede), o Sistema Ocemg, a Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Estado de Minas Gerais (Fetaemg), a União das Cooperativas da Agricultura Familiar e Economia Solidária do Estado de Minas Gerais (Unicafes MG), o Sebrae e a Emater-MG, empresa vinculada à Seapa.

O encontro acontece no âmbito do Programa Estadual de Cooperativismo da Agricultura Familiar e Agroindústria Familiar de Minas Gerais (Cooperaf), que foi regulamentado por meio de decreto assinado no último dia 2 de julho, pelo governador Romeu Zema.

Na programação, uma série de palestras com especialistas do setor irá abordar temas como a dinâmica dos mercados agroalimentares, as políticas públicas de apoio ao cooperativismo da agricultura familiar, além de desafios e perspectivas para o segmento.

Assessora Técnica da Seapa e Coordenadora do Programa Estadual de Cooperativismo da Agricultura Familiar e Agroindústria de Minas Gerais, Jane Marisa da Silva explica que as expectativas para o webinário são as melhores possíveis já que evento irá permitir a troca de experiências e conhecimento.

“O webinário também visa a aproximação das cooperativas e a criação de uma reflexão sobre papel da agricultura familiar para o desenvolvimento do país. Vale lembrar que temos as melhores condições para produzir e o setor é um grande indutor do desenvolvimento local e regional”, destaca.

Os números do setor dão dimensão da importância. Minas ocupa a segunda colocação do país em número de cooperativas (756), sendo 25% ligadas à agropecuária (190), segundo o levantamento feito em 2020 pelo Sistema Ocemg. Não por acaso, as cooperativas representaram 10,2% do PIB do agronegócio no estado no ano passado.

“A discussão é fundamental e o mapeamento das cooperativas por todo estado também. Cada região tem uma realidade e o momento é de construir. Tenho certeza que, por meio do cooperativismo, teremos um elo mais forte para que a produção da agricultura familiar chegue aos mercados”, analisa o presidente da Fetaemg, Vilson Luiz da Silva.
Assistência

A gerente da Divisão de Programas Especiais da Emater-MG, Mariza Flores Fernandes Peixoto, reforça que a realização de eventos como o webinário é uma das estratégias importantes para organização dos agentes públicos e privados no fomento ao cooperativismo e para impulsionamento da comercialização da agricultura familiar.

“Os processos de comercialização são complexos e os agricultores que ficam na informalidade precisam de orientação para buscar a formalização de seus negócios, seja ele uma agroindústria ou cooperativa. Nos últimos anos, o trabalho da Emater está muito focado em articular, orientar e capacitar esses grupos”, afirma Mariza.

Para o presidente da Unicafes Minas, Getúlio Gomes Vieira, o futuro para o segmento é promissor. “São instituições que vêm construindo a muitas mãos o Cooperaf. Todas aguardam ansiosamente por isso na perspectiva de que, nos próximos anos, esse segmento terá um salto de qualidade”, finaliza.

 

Raul Mariano - Assessoria de Comunicação / Seapa

Foto: Amanda Lelis